Ela escolheu ser doce.

Teria mil motivos para ser amargurada, mas não prestava atenção neles, procurava 10 mil outras razões para continuar sendo flor. Entendeu que pontos finais são necessários. Percebeu que não conhece 1% do que o universo reserva pra ela. Escolheu não fazer cara feia pra vida. Sua fé é fora do comum. O caminho pode até ficar nublado, mas algo dentro dela sempre diz “acredite, vale a pena”.

Coleciona frases sobre o amor. Enxerga a sutileza das pequenas coisas. Prefere não guardar rancor. Às vezes confia demais, é verdade, mas é só assim que ela sabe viver. Não se trata de quantos espinhos vai encontrar pelo caminho, mas sim de quantas rosas ela irá colher. Aos poucos se deu conta de que poderia fazer muito mais do que imaginava. Percebeu que sua alma era um mistério, então parou de desejar que todos pudessem lhe entender. . Seguiu sua jornada procurando a beleza do que ninguém vê. Já tentou diversas vezes entregar o seu coração, mas a verdade é que ela é um poema, e só poucos conseguiriam ler.


Texto: Psi Amanda

107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo